23 de mai de 2009

Master Musicians of Bukkake - Totem One



O novo álbum (que álbum!!!!!!) deste coletivo sonoro formado por músicos (muitos mudam a cada álbum) cujo renome é restrito ao underground. Desta vez os responsáveis por esta bela gravação foram: Bass Guitar, Acoustic Guitar - James Davis (3) ----- Drums, Percussion - Dave Abramson ----- Drums, Percussion, Electric Guitar, Bass, Mellotron - Don McGreevy Electric ----- Guitar, Acoustic Guitar - Bill Horist ----- Electric Guitar, Flute, Steel Guitar - Milky (8) ----- Synthesizer, Mellotron, Baglama, Tambura - Randall Dunn ----- Vocals - B.R.A.D. O disco é inteiramente lisérgico, psicodélico e exótico; parece debruçar-se sobre um certo misticismo; como já se pode inferir a priori vendo o nome de quem o gravou. Sem exageros, o disco do ano!!

http://www.mediafire.com/?jz2ynm2xmq5

17 de mai de 2009

Nick Cave and The Bad Seeds - The Good Son

'The good son' corresponde ao sexto álbum de Nick Cave and The Bad Seeds. Apesar das críticas relacionadas à mudança de estilo em relação às obras anteriores, este disco pode ser considerado um marco na carreira desta banda. A voz de Nick Cave mais mórbida que outrora, o ritmo lento, entretanto mais sombrio, além de paródias a hinos religiosos, são características fortes de tal obra, que fazem Nick Cave e sua banda incorporarem melhor a música gótica. Ou, caso 'alguém' discorde deste termo para tal artista, usemos o vocábulo 'mórbido' ao invés de 'gótico'. (Ah... É claro... 'Alguém' tem nome =P).

http://www.mediafire.com/download.php?jkijjfugniu

http://www.mediafire.com/download.php?jjgrhkz2mom

11 de mai de 2009

Minsk - The Ritual Fires of Abandonment


É provável, para não dizer inegável, a influência do tribalismo e experimentalismo do neurosis na música deste quarteto de chicago. O som flui numa intesidade rara. As construções sonoras se desenvolvem lentamente à cargo de uma irrestrita variedade de recursos sonoros que surgem aos poucos e parecem ter a medida perfeita para o que vem sendo burilado, sem excessos ou trivialidades neste aspecto. Contudo, é muito fácil ficar absorto e se perder, de modo imoderado, durante o desenvolvimento da obra; um excesso que só poucas obras proporcionam.

http://www.mediafire.com/?ztmzatiew2m